16/09/2015

O que é bonito pra ti?

As vezes eu fico pensando....porque as pessoas dizem que algo é bonito ou feio? Bonito deveria ser tudo o que nos faz feliz e feio deveria ser o preconceito, o desrespeito, a humilhação e o tão falado bullying.

Falando especificamente de estilo e tipo físico, quem dita as regras? 

Eu meço 1,56 e AMO usar sapatilha, me dizem.... ahhhh te deixa muito baixinha..... e daí, ser baixinha é feio? Por que?

Tenho quadril largo e uso calça skinny e dizem.... ahhhh seu quadril fica enoooorme..... e daí quem disse que quadril enorme é feio? E por que?

Meu cabelo é ondulado/cacheado, eu AMO meu cabelo, já alisei, mas me arrependo demais, eu acho ele lindo assim, já ouvi várias opiniões de que é bonito mas também de que os lisos são mais bonitos.....

Não sou contra nada do que as pessoas fazem com seus corpos ou como usam suas roupas e cabelos, desde que seja porque elas querem se sentir bem, sou totalmente contra àquelas que seguem os modismos, gastam dinheiro que nem sempre tem, apenas para se sentirem fazendo parte de um padrão que sei lá qual é.

Vejo um monte de gente, sofrendo para manter um cabelo diferente do seu natural, ficando sem comer para perder medidas que no fim das contas são a própria estrutura óssea...... e se perguntar, porque alisa o cabelo, porque quer emagrecer, a resposta sempre é...... Para ficar bonito(a) 

Tem pessoas magras, altas e de cabelo liso que se acham feias, por que? Se elas tem tudo o que todo mundo quer? Ahhhh mas aí tem outros defeitos o cabelo liso é oleoso, o pé é muito grande e é muito magra, não tem bunda.


Fala sério, vamos parar de ser assim, vamos parar de julgar as pessoas e vamos começar por nós mesmos, vamos nos aceitar, nos cuidar e nos AMAR e AMAR as nossas coisas, porque nos fazem bem e não porque alguém diz que é bonito!


12 comentários:

  1. No começo da minha adolescência...sei lá, com uns 14, 15 anos...ficava vendo umas meninas q no meu ponto de vista, num eram nada atraentes...mas arrumavam cd namoradinho q tá loko...gatinhos mesmo sabe? Eu, no alto do meu 1,73 cm, magra e quer saber, altamente complexada por isso...era muiiiiito elogiada...mas minha baixa estima, num me deixou curtir nada disso...não me achava bonita como as pessoas achavam e por isso tb a timidez tomou conta de mim e eu perdi praticamente toda a minha adolescência e parte da fase adulta tb...conclusão...só qdo eu passei q me olhar de uma forma diferente...acreditar q sou uma pessoa bacana, interessante e q a blz podia aflorar daí, foi q td começou a mudar...auto confiança é td...as meninas q na minha adolescência eu não achava interessante...tinham 1,53, quadril largo, muita espinha no rosto e cabelos cacheados...só q tinham mais uma coisinha q fazia toda a diferença...confiança....era essa confiança q fazia com q elas percebessem a sua blz e atraíssem os olhares q eu jamais atraí no alto dos meus 1,73...e blz não só física...mas a beleza de ser uma pessoa legal, inteligente, boa praça, divertida, humilde, amiga... isso aí num atrai só os olhares masculinos não...atrai o mundo!!! E a aparência física fica pra um segundo plano...e olhe lá! Bjks, adorei o post!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kátia, nossa, eu passei pelas mesmas coisas que vc, porem eu era dessas pequenas aí, eu não me arrumava, tinha vergonha de tudo, era bem quieta e por isso achavam que eu era chata.... mas também não falava com quase ninguém, não participava de nada....com o tempo comecei a observar as pessoas que eu achava legais e pensar porque achava isso delas e tentei fazer essas coisas que gostava, tipo, participar das coisas, elogiar as pessoas, mostrar o que eu pensava e provar que eu também era legal.....mas demorou!!!!
      Bjão e muitas felicidades pra ti!

      Excluir
  2. adorei o post...vc se expressa muito bem ,parabéns

    ResponderExcluir
  3. Oi Adriane, é vdd o que vc postou. Sempre escuto alguém implicando sobre meu jeito, sobre minha aparência, mas eu gosto de ser como sou! O importante é não dar ouvidos, é um pouco difícil, mas temos que aprender!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju, é suuuuper difícil, não nos importar com o que as pessoas pensam a nosso respeito, mas é importante treinar a nossa capacidade de não mudar o nosso jeito por isso!
      Bjão e ótimo findi!

      Excluir
  4. Oi Adri, nossa que post bacana!!!! O que vc diz faz todo sentido e isso que vejo, que sinto muitas vezes somos escravas de uma sociedade que julga o exterior sem olhar para o interior de cada um e sem aumenos perguntar se você é feliz assim, digo por experiência própria pois cresci em uma sociedade que quem tinha cabelo 'ruim' tinha que alisar para ser aceito, relutei muito mas não alisei e hoje vejo aquelas mesmas pessoas que avisavam sofrendo para deixar o cabelo crescer naturalmente por e 'moda' né . parabéns pelo blog adorei bjossss http://maosaobraconstrucao.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem isso Lú, acho que tudo o que fizemos porque queremos e nos faz bem é válido, mas essas pessoas que alisam o cabelo aí vem a moda do encaracolado e querem e gastam de novo, me parece que é para se incluir, para ser aceito. ....Não curto
      Bjão, muita felicidade pra ti.
      PS também vou te fazer uma visitinha!

      Excluir
    2. Bem isso Lú, acho que tudo o que fizemos porque queremos e nos faz bem é válido, mas essas pessoas que alisam o cabelo aí vem a moda do encaracolado e querem e gastam de novo, me parece que é para se incluir, para ser aceito. ....Não curto
      Bjão, muita felicidade pra ti.
      PS também vou te fazer uma visitinha!

      Excluir
  5. Olá Adriane, adorei o seu blog e especialmente este post!
    Por tanto tempo tentei mudar meu estilo de vida e meu cabelo só pra agradar a este sistema preconceituoso e estereotipado, e do que valeu? Nada! Já tem uns dois anos que me assumi em todos os sentidos e o que mais me deixou feliz é ter aderido à transição e deixado meu cabelo natural, hoje amo meus cachos e não troco por nada, não existe nada melhor do que ser nós mesmos. Transição pra mim foi muito mais do que ter cachos, transição para mim foi um resgate de personalidade e da minha cultura, da minha descendência afro.

    Tássia

    https://nossacasanocampo.wordpress.com/

    ResponderExcluir
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...